0

Após denúcia de Site Taques cancela IML no Jardim Universitárioem Cuiabá


O Site Muvuca Popular denunciou a revolta dos moradores em janeiro deste ano

DENÚNCIA Publicada: 11/04/2018 19:05:14 Atualizado: 12/04/2018 21:01:34 Autor: Muvuca Popular
Foto: Muvuca Popular
Moradores fizeram um movimento contra o IML na região e pediam intervenção da justiça.

Em janeiro, o MPopular denunciou a revolta dos moradores do Jardim Universitário com a instalação do novo Instituto Médico Legal do Estado (IML), no bairro, e a falta de licença ambiental para construção do prédio. Porém, após a acusação, o governador Pedro Taques anunciou que o governo não irá mais construir a unidade, naquele local. 

"Quero dizer ao cidadão aqui do Jardim Iperial, do Recanto dos Passáros, que nós não iremos instalar o IML nesta região, vamos atender o cidadão neste quesito", disse Taques.

Moradores fizeram um  movimento contra o IML na região, e relataram na época, que o local da obra não tinha tratamento de esgoto para poder locar um prédio que iria trabalhar com produtos quimícos.

A reportagem também havia apurado que não existia um plano de ocupação para o novo IML, para levar em conta os impactos ambientais como poluição visual, poluição sonora, trânsito, poluição do ar, poluição dos mananciais, e tantas outras.  

As obras que tiveram início, iria custar por mês R$ 80 mil ao locatário do terreno, neste caso, o governo. É necessário lembrar que a obra foi embargada, e que a prefeitura revelou que não havia licença de funcionamento para atividade solicitada, no caso IML. E se fosse ultilizada para este fim, teria a obrigação apresentar licença de localização e atividade e estudo de impacto de vizinhança.

Comentários

Comente está notícia: